Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Mais Notícias > Término Do Estap: Equipe Munduruku Pronta para os Desafios do ano de Instrução do CIGS
Início do conteúdo da página
Operacionalidade

Término Do Estap: Equipe Munduruku Pronta para os Desafios do ano de Instrução do CIGS

Acessos: 209

Manaus (AM) – No período de 5 a 23 de fevereiro, o Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS) conduziu o Estágio de Atualização Pedagógica (ESTAP) Nível II para os Instrutores e Monitores do Centro, visando atualizar e aperfeiçoar os conhecimentos pedagógicos desses militares, bem como orientá-los quanto às legislações, rotinas e metodologias pertinentes ao processo de ensino- aprendizagem.

Ademais, foi possível uniformizar procedimentos visando às instruções a serem desenvolvidas nos Cursos de Operações na Selva (COS), no Curso Internacional de Operações na Selva (CIOS) e nos Estágios previstos para o ano de 2024.

Durante o ESTAP, foram ministradas instruções como Segurança na Instrução, Plano de Evacuação Aérea, Operações de Convergência, Normas de Conduta para Emprego de Tropa (NCET) do CMA, Operações Básicas e Complementares, Padronização dos Módulos de Natação, Padronização dos Módulos de Tiro e Atendimento Pré-Hospitalar (APH) Tático.

Paralelamente ao ESTAP, foi conduzido o Estágio de Adestramento da Equipe de Saúde, a fim de reciclar e padronizar os conhecimentos dos militares dessa área nos aspectos a serem empregados durante os Cursos e Estágios ministrados pelo CIGS, contribuindo para o incremento dos níveis de segurança e de pronta-resposta das atividades desenvolvidas pelo Centro.

No dia 22 de fevereiro, foi realizada a solenidade de encerramento do Estágio, na icônica Base de Instrução Nr 2 (BI-2), Base Plácido de Castro, com a entrega de distintivo de horas de selva, plaqueta e apito aos novos Instrutores e Monitores, bem como a entrega de Facões do Combatente de Selva (FCS) a Soldados do Pelotão de Selva da Companhia Auxiliar de Ensino.

O término dessas atividades registra a preparação completa da Equipe de Instrução para os desafios que se avizinham no ano de 2024, momento em que o CIGS completa 60 anos de história e legado na especialização do melhor guerreiro de selva do mundo.

Imagens: Alu Thiago - ComSoc CIGS

registrado em:
Fim do conteúdo da página