Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Mais Notícias > Operação Ágata Fronteira Norte reforça vigilância na Amazônia contra crimes ambientais e transfronteiriços na Terra Indígena Yanomami
Início do conteúdo da página
OPERACIONALIDADE

Operação Ágata Fronteira Norte reforça vigilância na Amazônia contra crimes ambientais e transfronteiriços na Terra Indígena Yanomami

Acessos: 126

Patrulhamento Fluvial ao longo do Rio Uraricoera busca possíveis áreas de prática de crimes ambientais

Boa Vista (RR) - O Comando Conjunto Ágata Fronteira Norte (C Cj Ágata FN) realizou, nos dias 9 e 10 de novembro, um patrulhamento fluvial com o objetivo de identificar possíveis áreas de prática de crimes ambientais no Território Indígena Yanomami (TIY). Essa ação integra as atividades rotineiras de prevenção e repressão a crimes transfronteiriços e ambientais na região e envolve o monitoramento para o combate às atividades ilegais que ameaçam a fauna, a flora e os recursos naturais.

Durante a patrulha fluvial, foi percorrida a calha do rio Uraricoera, no trecho entre as comunidades de Palimiú e Herebe. Essa ação reflete o constante estado de prontidão das Forças Armadas, que, em colaboração com as agências, atuam com elevado nível de operacionalidade, reforçando o compromisso em garantir a segurança e a preservação do meio ambiente na TIY.

A ação está inserida no contexto da Operação Ágata Fronteira Norte, um esforço conjunto coordenado entre Órgãos de Segurança Pública, Agências e Forças Armadas, estabelecido pelo Decreto nº 11.405, de 30 de janeiro de 2023, e alterado pelo Decreto nº 11.575, de 21 de junho de 2023.

registrado em:
Fim do conteúdo da página