Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Mais Notícias > Forças Armadas prosseguem no transporte de madeiras doadas à Secretaria Especial de Saúde Indígena
Início do conteúdo da página
OPERACIONALIDADE

Forças Armadas prosseguem no transporte de madeiras doadas à Secretaria Especial de Saúde Indígena

Acessos: 216

A contribuição visa garantir mais qualidade de vida e saúde aos habitantes da Terra Indígena Yanomami

Neste mês de outubro, o Comando Conjunto Ágata Fronteira Norte (CCj Ágata FN) mobilizou viaturas militares para transportar madeiras extraídas ilegalmente, que foram apreendidas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e doadas à Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI). De um total de aproximadamente 130 metros cúbicos de madeira apreendida, já foram transportados pelas tropas cerca de 51 metros cúbicos.

De terça-feira (17) a quinta-feira (19), foram transportados cerca de 32 metros cúbicos de carga de Mucajaí (RR) até Boa Vista (RR). Enquanto que, de segunda-feira (23) a quarta-feira (25), foram transportados cerca de 19 metros cúbicos. Para o mês de novembro, ainda estão sendo previstos novos carregamentos.

A destinação da madeira visa melhorar a infraestrutura das comunidades localizadas na Terra Indígena Yanomami (TIY), principalmente com a construção de sistemas de água potável, contribuindo para o fortalecimento da saúde e qualidade de vida dos povos indígenas ali presentes.

Com esta ação, busca-se atender o previsto no inciso Il do artigo 1º do Decreto 11.405/2023, que estabelece o abastecimento de água potável, a alocação de cisternas e a perfuração de poços artesianos como prioridades para o enfrentamento da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN), além do combate ao garimpo ilegal no território Yanomami.

A atividade faz parte da Operação Ágata Fronteira Norte, um esforço conjunto coordenado entre Órgãos de Segurança Pública, Agências e Forças Armadas, estabelecida pelo Decreto Nº 11.405, de 30 de janeiro de 2023, alterado pelo Decreto nº 11.575, de 21 de junho de 2023.

registrado em:
Fim do conteúdo da página