Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Mais Notícias > Fim de semana de prisões na Terra Indígena Yanomami
Início do conteúdo da página
OPERACIONALIDADE

Fim de semana de prisões na Terra Indígena Yanomami

Acessos: 626

Na madrugada de domingo (13), às Forças Armadas, agências e Órgãos de Segurança Pública (OSP), em ação coordenada, realizaram a prisão de 8 garimpeiros ilegais em Palimiu e Homoxi, na Terra Indígena Yanomami (TIY), no âmbito da Operação Ágata Fronteira Norte.

Na tentativa de furar o bloqueio de um Posto de Controle e Interdição Fluvial (PCIFlu), em Palimiu, três embarcações foram perseguidas e detidas por integrantes das Forças Armadas. Na ocasião, foram presos quatro homens e três mulheres, além de ter sido apreendida uma tonelada de cassiterita, armamento e equipamento de internet satelital.

Em Homoxi, um homem buscou atendimento médico na Unidade Básica de Saúde daquela localidade. Após a apuração da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), foi constatado que o mesmo era de nacionalidade estrangeira e estava na região para a prática de garimpo, sendo detido pela FNSP.

Todos os presos foram transportados para Boa Vista, ainda no domingo, em aeronave das Forças Armadas, onde receberam atendimento médico, e, em seguida, foram encaminhados para a sede da Superintendência da Polícia Federal.

A iniciativa dá continuidade ao trabalho de combate aos ilícitos na TIY, que já contabiliza 139 presos, desde o início da operação, tendo sido obtida uma redução de aproximadamente 95% nas atividades de garimpo ilegal. 

A Operação Ágata Fronteira Norte é uma operação conjunta coordenada entre Órgãos de Segurança Pública, Agências e Forças Armadas, estabelecida pelo Decreto Nº 11405, de 30 de janeiro de 2023, alterado pelo Decreto Nº 11575, de 21 de junho de 2023.

registrado em:
Fim do conteúdo da página