Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Mais Notícias > A Eterna Garotinha: Centro de Instrução de Guerra na Selva presta homenagens à Dona Nalda
Início do conteúdo da página
COESÃO

A Eterna Garotinha: Centro de Instrução de Guerra na Selva presta homenagens à Dona Nalda

Acessos: 66

Manaus (AM) – No dia 7 de fevereiro, o Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS) prestou homenagens à senhora Lesinalda Pedroso de Souza, mais conhecida como Dona Nalda, a eterna “Garotinha”, como é carinhosamente chamada pelos integrantes da “Casa do Guerreiro de Selva”, que completou 88 anos de idade.

Caminhando lado a lado com a história do CIGS, a costureira Dona Nalda foi, durante muito tempo, a grande responsável pelos uniformes bem alinhados do corpo docente e dos oficiais de comando do CIGS. Convidada pelo Coronel Gélio Augusto Barbosa Fregapani, 6° Comandante do CIGS, em 1980, para trabalhar como costureira do Centro, começa a trilhar seu destino natural com a vida militar. Por um tempo, até residiu dentro das instalações do CIGS, quando ainda não tinha sua casa própria, graças aos seus trabalhos, dando identidade inconfundível aos guerreiros de selva. Com a venda do chapéu bandeirante, criação sua, conseguiu comprar sua própria casa.

De sua convivência com o CIGS, D. Nalda aproveitou para experimentar um pouco da vida militar, participando de estágios de adaptação à selva e de Marchas da Saudade, ambos eventos realizados sob a coordenação do CIGS. Mulher de fibra e costureira da melhor qualidade, D. Nalda possui até os dias de hoje uma forte relação com o Centro, pois durante os últimos 44 anos cooperou com diversos processos de pesquisa, além da confecção do já citado chapéu bandeirante, símbolo que identifica os militares desse conceituado Centro de Instrução, contribuiu com o protótipo do uniforme de combate e do colete salva-vidas.

Hoje, a eterna “Garotinha”, D. Nalda, está com 88 anos e continua ajudando a construir a história deste Centro de Instrução.

Fonte: Centro de Instrução de Guerra na Selva

registrado em:
Fim do conteúdo da página